Alergia Alimentar

A alergia alimentar é definida como um grupo de reações adversas a alimentos que apresenta envolvimento do sistema imunológico. Sua prevalência é muito variável. O desenvolvimento da alergia alimentar depende da suscetibilidade do paciente ( fatores genéticos), características do alimento e fatores que promovem o comprometimento da barreira do Trato Gastrointestinal.

De forma geral, alguns alérgenos são mais comuns em determinadas faixas etárias. Enquanto as alergias ao leite, ovo, trigo e soja são mais comuns na faixa etária pediátrica, amendoim, castanhas, peixes e frutos do mar são mais frequentes em adultos. As manifestações clínicas relacionadas aos alimentos são diversas e muitas vezes difíceis de serem estabelecidas.

Os sintomas podem ser diversos como por exemplo, sangramento intestinal, urticária, angioedema, sintomas de asma, dermatite atópica e até mesmo anafilaxia ( quadro grave com risco de morte). O diagnóstico pode ser muito difícil, porém a história clínica detalhada é o principal instrumento para que ele ocorra. Também podem ser necessários teste de provocação oral e exames complementares. O tratamento consiste em afastar o alérgeno, manter o paciente nutrido e educação dos familiares.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.