Você sabia? Pode não ser alergia ao peixe!

Algumas vezes ter sintomas que parecem ser alérgicos como por exemplo: vermelhidão (face e/ou corpo), náuseas, palpitação, inchaço de face e língua, queimação na boca, dor na cabeça, cólicas, diarreia, chiado no peito após a ingestão de peixes pode não caracterizar alergia ao peixe?

Verdade? Simmmmmm!

O diagnóstico também pode ser de Síndrome Escrombóide que é uma intoxicação alimentar que ocorre apos ingestão de peixes como atuns, caravelas, serras e anchovas contaminados com bactérias.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Em condições habituais, quando o peixe é conservado a temperaturas adequadas a histamina não está presente em grande quantidade, contudo, alguns peixes podem possuir maior quantidade de histidina, que sob a ação da enzima histidina descarbolixase é convertida em histamina. Esse processo ocorre devido bactérias presentes principalmente em brânquias e trato gastrointestinal dos peixes, que sintetizam esta enzima após períodos prolongados de exposição a temperatura ambiente. Essa histamina não é alterada com o cozimento e não altera o gosto e a aparência da comida.

Nas alergias propriamente ditas teremos mecanismo imunológico envolvido com a produção de IgE contra proteínas do peixe e portanto teremos também reprodutibilidade independente se o peixe foi conservado adequadamente ou não.

Dessa forma, é importante SEMPRE a avaliação do alergista!

Fonte: ASBAI


Related Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.